Notícias » Crime

Jovem de 17 anos é resgatada de cárcere privado pela PM no Rio de Janeiro

A adolescente, que vivia na Bahia, resolveu morar com o primo no Rio de Janeiro para trabalhar com ele, mas acabou sendo abusada sexualmente e mantida em cárcere privado

Giovanna Gomes Publicado em 30/12/2020, às 13h18

A menina foi resgatada pela PM
A menina foi resgatada pela PM - Divulgação/TV Globo

Uma adolescente de 17 anos, que vivia em cárcere privado, foi encontrada pela Polícia Miltar na Zona Oeste do Rio, na última segunda-feira, 28. A menina, que é natural da Bahia, decidiu morar com o primo no apartamento localizado no bairro do Itanhangá para trabalhar com ele.

No entanto, de acordo com a PM, Antônio Marcos deixou a menina presa em casa e abusava dela sexualmente.

Foi relatado que o homem aplicava golpes por meio da internet enganando compradores. Ele apresentava supostos produtos que estariam à venda, mas nunca os entregava. 

O criminoso ainda teria exigido R$ 2,5 mil à mãe da jovem para libertá-la, quando esta disse que queria voltar para a Bahia. Assim, a mãe da menina denunciou o caso ao Conselho Tutelar de Maracás, o qual, em seguida, acionou a polícia no Rio de Janeiro.

Segundo o porta-voz da Polícia Militar, o major Ivan Blaz, as "equipes do 31º BPM foram até o local, fizeram buscas e encontraram a jovem." Ele ainda declarou que dois homens foram apreendidos na operação. Contudo, Antônio Marcos ainda não foi encontrado.