Notícias » Religião

Judeu é espancado por três homens em Jaguariúna, em São Paulo

Enquanto era agredido, o grupo disparava frases antissemitas e nazistas contra o homem que vestia um quipá

Wallacy Ferrari Publicado em 02/03/2020, às 08h15

Ilustração de quipás
Ilustração de quipás - Getty Images

Um homem de 57 anos foi atacado por três rapazes enquanto ia a Rodoviária de Jaguariúna, no interior de São Paulo, após o grupo identificar que ele usava um quipá, vestimenta proveniente da religião judaica. Antes de partir para a violência física, os rapazes, de idades entre 20 e 25 anos, começaram gritando contra a religião do homem.

A vítima preferiu não se identificar, mas informou, em entrevista ao BuzzFeed News, que o ato covarde foi rápido e sem oportunidade de defesa. “Um me deu um chute no testículo. Quando eu me abaixei de dor, me deu um soco de baixo para cima no rosto, quebrando minha prótese dentária e meus dentes, e machucando minha boca”, afirmou o homem.

Durante as agressões, seu quipá foi tomado e rasgado com um canivete. Após o registro de um boletim de ocorrência, o homem, que está desempregado, conta com a ajuda da comunidade judaica para as necessidades do lar e para o auxílio odontológico, graças aos danos provenientes da agressão.

O uso de quipá tem origem no século 6, quando a pequena boina começou a representar um arco; um lembrete constante da presença de D’us e que o mesmo está acompanhado de sua benção onde for. O caso é investigado pela Polícia Civil e acompanhado pela Federação Israelita do Estado de São Paulo.