Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Amber Heard

Jurado detona Amber Heard e revela como atriz deixou todos “desconfortáveis”

Declarações foram dadas ao Good Morning America na manhã desta quinta-feira, 16

Redação Publicado em 16/06/2022, às 16h17

Heard em uma das sessões do julgamento - Divulgação/Vídeo
Heard em uma das sessões do julgamento - Divulgação/Vídeo

Na manhã desta quinta-feira, 16, o ‘Good Morning America’ recebeu um dos jurados que participou do caso envolvendo o ex-casal de atores hollywoodianos Amber Heard e Johnny Depp

Ao programa, o homem, que teve sua identidade preservada, rebateu as alegações da atriz de que os jurados ficaram “hipnotizados” com a fama do astro da franquia Piratas do Caribe. Heard também considerou o veredicto “injusto”.

O sujeito, entretanto, afirmou que seus colegas de júri apenas seguiram as evidências que foram apresentadas. Ele também revelou que Amber deixou todos “desconfortáveis” por causa de seu comportamento no tribunal.

"O choro, as expressões faciais, o olhar para o júri... Todos nós estávamos muito desconfortáveis", relatou. As explosões emocionais da atriz, aliás, foram um dos fatores que o fez não acreditar em sua palavra. 

"Muito de sua história não bate... A maioria do júri sentiu que ela era a agressora. [...] Ela respondia a uma pergunta e ela chorava e dois segundos depois ela ficava gelada...", continuou o sujeito. 

Alguns de nós usavam a expressão 'lágrimas de crocodilo'", encerrou. 

A mentira de Amber

Depois de quase dois meses de julgamento no condado de Fairfax, na Virgínia, o júri considerou difamatório as alegações que Amber Heard fez contra Johnny Depp em um artigo publicado no The Washington Post. Assim, ela foi condenada a pagar uma indenização de cerca de 8 milhões de dólares

Encerrando a entrevista, o jurado disse que não acreditou na atriz quando ela relatou que era agredida por Depp. Para completar, o homem disse que uma mentira contada publicamente por ela foi crucial para se chegar a uma conclusão: Amber havia dito que doou os 7 milhões do acordo do divórcio para a caridade, mas Heard não o fez.