Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Kanye West

Kanye West revela desejo de se declarar ‘legalmente morto’ por um ano

Kanye foi condecorar o cantor Sean Combs no BET Awards e falou sobre sua vida

Redação Publicado em 28/06/2022, às 20h07

Kanye West durante show, em Nova York - Getty Images
Kanye West durante show, em Nova York - Getty Images

No último domingo, 26, o cantor Kanye West fez uma aparição surpresa no BET Awards, onde entregou o prêmio dedicado às contribuições em vida de um artista, o Lifetime Achievement Award, ao amigo, Sean "Diddy" Combs. O rapper falou, durante seu discurso, sobre o desejo de “estar morto por um ano”.

Kanye disse que Combs foi persistente e o encorajou a comparecer ao evento público e falar em sua homenagem, ainda que esteja em um “pequeno hiato”. "Eu fiz um pequeno hiato. Eu disse que queria me declarar legalmente morto por um ano", disse o cantor. "Ninguém sente minha falta. Você sabe, eu só quero estar fora do grid."

West elogiou o trabalho e influência de Combs na indústria, agradecendo pelas oportunidades que o cantor abriu para outros se destacarem fora dos moldes do hip-hop na época.

Sensibilidade artística

Ainda em seu discurso, Kanye West declarou todo seu amor e admiração ao “irmão e parceiro” e enalteceu a maneira com que ele “entendeu os contratos e o dinheiro de uma forma que muitos ainda não entendem”, segundo informações da Rolling Stone.

“Este homem passou e sobreviveu a muitas coisas. Derrubou muitas portas para que pudéssemos ficar de pé. Ele quebrou tantas portas de classismo, gosto, swag. Naquela época, havia tantas regras para o hip-hop, e ele quebrou todas elas”, declarou West.

Por fim, o cantor disse procurar por conselhos do amigo até os dias atuais e que ele já o ajudou com suas escolhas na carreira, na vida pessoa e até mesmo amorosa. Depois de receber a estatueta, Combs agradeceu a “todos que fizeram parte de sua vida”, assim como a falecida ex-namorada, que morreu em 2018 aos 47 anos, Kim Porter.