Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Vampiros

Kit de ‘caçador de vampiros’ do século 19 é arrematado a valor impressionante em leilão

Peça que pertenceu a lorde britânico foi vendida por valor seis vezes maior que o esperado e surpreendeu

Redação Publicado em 04/07/2022, às 11h29 - Atualizado em 10/07/2022, às 20h00

Kit de “caçador de vampiros” vendido no leilão - Divulgação/Hansons
Kit de “caçador de vampiros” vendido no leilão - Divulgação/Hansons

Um kit de “caçador de vampiros” foi uma das peças mais desejadas pelos compradores de um evento da casa de leilões britânica Hansons, sendo vendida por um valor seis vezes maior que o esperado.

A expectativa dos donos do artefato era que ele fosse arrematado por somente £ 2 mil, mas acabou sendo vendido por £16,900, cerca de R$ 109 mil, após atrair os olhares de compradores ao redor do mundo, segundo o jornal O Globo. 

“O resultado superou todas as expectativas. Os lances vieram de todo o mundo, incluindo França, Estados Unidos e Canadá. Objetos como este fascinam os colecionadores e este tem uma origem particularmente interessante”, disse Charles Hanson, dono da casa de leilões responsável pela venda.

Ele continuou: “[O kit] originalmente pertenceu a Lord Hailey. Seja por medo ou fascinação, é interessante saber que um membro da mais alta ordem social aristocrática, um homem com um lugar na Câmara dos Lordes, adquiriu este item”.

O item foi adquirido por um britânico que mora no condado de Derbyshire. Ele preferiu manter sua identidade anônima, mas, segundo uma nota da Hansons, afirmou: “Fiquei surpreso e encantado. É um item fascinante”.

Caçador de vampiros

O kit de “caçador de vampiros” está guardado dentro de uma caixa de madeira, que contém uma inscrição com as iniciais do lorde inglês identificado como Hailey. Como tampa para a caixa, estão dois crucifixos de latão.

Dentro da caixa de madeira, o comprador terá acesso a um par de pistolas combinando, frasco de pólvora de latão, água benta, uma Bíblia gótica, um martelo de madeira, uma estaca, mais crucifixos, castiçais de latão, contas de rosário e documentos da polícia metropolitana da época, que datam do século 19.