Notícias » Rússia

Kremlin aponta ‘russofobia’ e rebate russos que ‘sentem vergonha’ da Guerra

"Se alguém diz tais coisas, então eles simplesmente não são russos", declarou o porta-voz Dmitry Peskov

Fabio Previdelli Publicado em 11/03/2022, às 13h33

Dmitry Peskov, porta-voz de Kremlin
Dmitry Peskov, porta-voz de Kremlin - Getty Images

Há cerca de duas semanas, o presidente russo Vladimir Putin ordenou o início da “operação militar especial” na Ucrânia, conforme ele mesmo definiu a invasão da Ucrânia. Desde então, diversos russos dizem ter vergonha da Guerra.

Entretanto, segundo o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, os russos que sentirem vergonha do conflito, não podem se considerar russos de verdade, segundo informou o UOL. 

Um verdadeiro russo nunca tem vergonha de ser russo", afirmou Peskov ao responder repórteres que o indagaram sobre o assunto. "Se alguém diz tais coisas, então eles simplesmente não são russos".

O porta-voz do Kremlin também afirmou que um sentimento ‘anti-russo’ está sendo fomentado de maneira perigosamente intensa no Ocidente. Além do mais, Dmitry Peskov diz esperar que os líderes ocidentais parem de alimentar a ‘russofobia’.