Notícias » Entretenimento

Lady Gaga desenvolveu traumas ao viver personagem de assassina da vida real

Lady Gaga revelou, em entrevista à British Vogue, as dificuldades de interpretar a socialite Patrizia Reggiani em 'House of Gucci'

Pamela Malva Publicado em 06/11/2021, às 09h00

Pôster oficial do longa 'House of Gucci', de Ridley Scott
Pôster oficial do longa 'House of Gucci', de Ridley Scott - Divulgação/ Universal Pictures

‘House of Gucci’, o novo longa de Ridley Scott, deve estrear apenas no dia 25 de novembro, mas já está chamando atenção por detalhes curiosos de sua produção. Acontece que, em entrevista à British Vogue, a cantora e atriz Lady Gaga revelou que as gravações do filme lhe causaram intensos abalos psicológicos.

Aos 35 anos, a artista representa a socialite italiana Patrizia Reggiani na mais nova produção. O problema é que a mulher interpretada por Gaga ficou conhecida por encomendar a morte do próprio marido, Maurizio Gucci, neto do fundador da grife.

“Tive algum abalo psicológico em determinado ponto próximo ao fim das gravações. Eu estava sempre no meu quarto de hotel, vivendo e falando como Reggiani, ou no set, vivendo e falando como ela", explicou Lady Gaga, que afirmou ter se envolvido tanto com o papel que não conseguia se desvencilhar de Reggiani mesmo fora do set de filmagens.

Lembro de um dia sair para passear pela Itália, de chapéu. Eu não passeava há mais de dois meses e entrei em pânico. Achei que estava em um set”, narrou a atriz. “São três anos desde que comecei a trabalhar nesse filme e serei totalmente honesta e transparente: eu vivi como ela por um ano e meio.”
Lady Gaga como Patrizia Reggiani Gucci / Crédito: Divulgação/ Instagram/ @houseofguccimovie

 

“Nunca saí da personagem fora das câmeras. Eu me mantive nela. Era quase impossível para mim falar com o sotaque quando estava loira. Eu logo tratei de pintar meu cabelo e passei a viver de uma maneira que tudo que eu olhava ou qualquer coisa que eu tocava me faziam pensar onde e quando poderia encontrar dinheiro", continuou.

Gaga ainda foi questionada sobre o fato de não ter se encontrado com Patrizia, que hoje tem 72 anos, para realizar o longa. Na época em que o filme foi anunciado, a própria socialite disse estar chateada por esse motivo, em entrevista à agência Ansa.

Senti que só poderia fazer justiça a essa história se a abordasse com o olhar de uma mulher curiosa, com um espírito jornalístico que me permitisse interpretar as entrelinhas de cada cena”, explicou Gaga. “Ninguém ia me dizer como Patrizia era, nem mesmo Patrizia.”

Baseado em acontecimentos reais, o longa acompanha a conspiração de Patrizia contra seu marido, em 1995. Com nomes como Al Pacino, Jared Leto e Jeremy Irons no elenco, a trama narra como a socialite contratou um matador de aluguel e outras três pessoas, incluindo seu terapeuta, para dar um fim à vida do empresário Maurizio Gucci.

Patrizia Reggiani foi considerada culpada pelo assassinato, em 1998. Naquele mesmo ano, ela foi condenada a 29 anos de prisão. Mais tarde, no entanto, a socialite italiana teve sua pena reduzida, sendo liberada em outubro de 2016, após 18 anos detida.