Notícias » Arqueologia

Lâmpada a óleo de 2.300 anos é encontrada em Israel

O artefato estava próximo a uma construção destinada a banhos sagrados

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 02/05/2022, às 13h44

Lâmpada milenar encontrada
Lâmpada milenar encontrada - Divulgação/ Nature and Parks Authority/ Netanel Elimelech

Durante escavações realizadas no Parque Nacional do Monte Gerizim, que fica localizado em Israel, uma equipe de arqueólogos encontrou uma lamparina de argila de impressionantes 2.300 anos de idade. 

Netanel Elimelech, o diretor do local, relatou estar animado por ter participado da descoberta de um artefato relativamente intacto: 

Encontramos muitos cacos de barro espalhados [ao longo dos anos], mas encontrar algo completo e com sinais de uso é muito bom. Você ainda pode ver as marcas pretas de queima de quando a lâmpada foi usada. Isso te joga de volta no tempo”, contou ele, segundo repercutido pelo portal The Jerusalém Post. 
Lâmpada de 2.300 anos / Crédito: Divulgação/ Nature and Parks Authority/ Netanel Elimelech

Achado inesperado

A descoberta da lâmpada a óleo milenar foi feita enquanto os pesquisadores limpavam o solo ao redor de uma construção de pedra samaritana destinada à realização de banhos sagrados. A especulação mais aceita pelos especialistas a respeito dessas estruturas do passado é que os samaritanos as tenham usado para rituais de purificação. 

O local para banhos estava dentro de um assentamento que possivelmente teria pertencido a sacerdotes abastados. Além da lâmpada, outras escavações recentes conduzidas no mesmo sítio arqueológico revelaram pratos, potes e vasos, também conforme o The Jerusalem Post.