Notícias » Mundo

Leão 'de estimação' de Camboja é flagrado vagando pela rua

O animal selvagem, que possui um dono endinheirado, já foi motivo de mobilização outras vezes em 2021

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/08/2021, às 15h14

Fotografias do felino à solta
Fotografias do felino à solta - Divulgação / Twitter/ Arquivo Pessoal

Um bairro abastado de Camboja, um pequeno país do Sudeste Asiático, foi cenário de uma cena bizarra no início desta semana: um leão ‘de estimação’ que se libertou da casa de seu dono foi visto perambulando pelas ruas. 

O curioso episódio rendeu fotos e vídeos que viralizaram nas redes sociais na última segunda-feira, 16, segundo repercutido pelo India Today. 

Uma das pessoas a comentar a respeito do assunto através de sua conta no Twitter, inclusive, foi o jornalista escocês Andrew MacGregor Marshall

“Um leão mantido como animal de estimação em uma casa no bairro de Phnom Penh pelo rico empresário chinês Qi Xiao tem vagado pela rua do lado de fora, aparentemente sem supervisão. Por quanto tempo essa loucura e crueldade continuarão?”, escreveu o profissional, indignado. 

Não é a primeira vez que este felino, em particular, foi parar nas manchetes.

Meses atrás, ele foi apreendido por um órgão de proteção da vida selvagem, que não considerou o ambiente doméstico do empresário como um habitat adequado para o animal.

“Eram espécies raras contrabandeadas do exterior. De acordo com a lei, as pessoas não têm o direito de criar animais selvagens em casa, especialmente espécies raras”, disseram eles em entrevista à Reuters. 

O caso gerou protestos, porém, chegando a fazer com que o próprio primeiro-ministro de Camboja, Hun Sen, interviesse, mandando que as autoridades devolvessem o animal para o ricaço, ainda conforme o India Today. 

Andrew descreveu a situação como “jovens ricos de Camboja” pensando que “pessoas ricas devem ser capazes de fazerem tudo o que quiserem”. 

Na época, Qi Xiao também deu uma entrevista ao The Guardian em que comemorou ter tido seus apelos atendidos: “Estou muito feliz, muito emocionado por não esperar tê-lo de volta”. 

A condição para que o leão de 70 quilos voltasse a viver com o chinês, contudo, era de que ele fosse mantido em uma “jaula segura”, o que não parece ter ocorrido, uma vez que o animal estava andando solto.  

“O leão foi cruelmente desfigurado e teve suas garras removidas, mas ainda é uma ameaça. Viver nessas condições também é terrível para o bem-estar do felino. Vamos ver se os residentes do bairro ainda acham que Qi Xiao deve ter permissão para ficar com seu leão”, concluiu o jornalista escocês em seu Twitter. 

Veja abaixo um vídeo que registrou as andanças da fera pelo local: