Notícias » Nazismo

Leilão de pinturas e objetos de Hitler é um fracasso na Alemanha

O evento, que prometia arrecadar milhares de dólares com itens nazistas, não conseguiu atrair compradores

Alana Sousa Publicado em 11/02/2019, às 20h00

Leilão nazista fracassa na Alemanha
Getty Images

Buscando repetir o sucesso do leilão ocorrido em 2015, a casa alemã de leilões Weidler, em Nuremberg, organizou outro leilão com itens que pertenceram ao ditador nazista Adolf Hitler. Porém, dessa vez, o evento terminou em fracasso.

Acredita-se que os altos preços iniciais das pinturas, preocupações com a autenticidade das obras de arte e acusações de que a venda em si era de "mau gosto" mantiveram os potenciais compradores afastados.

O leilão, que ocorreu no último dia 9 de fevereiro, conseguiu vender apenas uma toalha de mesa e um vaso raro com uma suástica, que se acredita ter pertencido a Hitler. Entretanto, uma cadeira de vime com um desenho de suástica, o maior destaque do leilão, não atraiu nenhum comprador.

O prefeito de Nuremberg, Ulrich Maly, criticou o evento, e o considerou como sendo de “mau gosto”.

No leilão realizado em 2015, a casa Weidler vendeu 14 aquarelas e desenhos do Führer por quase dois milhões de reais. Agora, o valor arrecadado foi de apenas cerca de 26 mil reais.


Com informações de HuffPost Brasil