Notícias » Personagem

Livro conta história da morte de Henry Borel

Publicado em 9 de dezembro, livro é de jornalista que cobriu o assassinato

Redação Publicado em 18/12/2021, às 12h59

Henry Borel, de 4 anos, que morreu em março
Henry Borel, de 4 anos, que morreu em março - Reprodução / Instagram

Livro sobre a história da morte de Henry Borel, que tinha apenas quatro anos de idade, é lançado nove meses após o óbito. Levando o nome de Caso Henry Morte Anunciada – A investigação e os detalhes não revelados da história que chocou o país”, foi escrito pela jornalista Paolla Serra.

Lançado no Rio de Janeiro, o livro foi concebido após oito meses de apuração, junto com uma análise de 1,5 mil páginas de documentos, 50 mil arquivos digitais e 200 entrevistas, uma delas também sendo com Monique Medeiros, mãe da criança e se encontra presa desde o mês de abril.

A autora fala do caso, mas também traz a outras partes, falando da vida familiar e das características pessoais dos acusados, Doutor Jairinho e Monique Medeiros, falando de seus históricos pessoais, e as semelhanças entre eles.  

O relacionamento entre os dois também é abordado pela jornalista, que fala sobre como eles se conheceram e como a evolução se deu rapidamente.

Paolla Serra também usa das mensagens que constavam nos celulares dos envolvidos, revelando um relacionamento conturbado, segundo a CNN Brasil. 

Por fim, a obra fala da repercussão da morte de Henry, falando dos quase R$ 50 mil pagos pelo casal para uma equipe de comunicação que tentaria divulgar a versão deles do caso pelas redes sociais, o trabalho da polícia, e até mesmo a primeira audiência dentro da Justiça.