Notícias » Família Real Britânica

Livro revela qual teria sido o estopim para Harry deixar suas funções na família real

Uma decisão da rainha Elizabeth II nas festas de final de ano, em 2019, teria deixado o príncipe ‘furioso’; entenda

Penélope Coelho Publicado em 29/11/2021, às 09h39

Príncipe Harry, no Natal de 2016
Príncipe Harry, no Natal de 2016 - Getty Images

Em seu novo livro sobre a família real britânica, o jornalista e escritor Christopher Andersen faz uma revelação bombástica sobre o que teria sido o estopim para a saída do príncipe Harry e Meghan Markle de suas funções reais.

Em ‘Brothers and Wives: Inside The Private Lives of William, Kate, Harry and Meghan’ (em tradução livre: Irmãos e esposas: por dentro das vidas privadas de William, Kate, Harry e Meghan), o autor afirma que a suposta retirada de uma foto da família do duque de Sussex possa ter sido o estímulo final para a decisão.

De acordo com informações publicadas no último domingo, 28, pelo portal de notícias UOL, ao perceber que uma foto de Harry, Meghan e do até então único filho do casal, Archie, havia sido excluída do tradicional pronunciamento da rainha Elizabeth II, nas festas de fim de ano de 2019, o príncipe teria ficado “furioso”.

A retirada da fotografia teria acontecido como uma “retaliação” por parte da monarca. Segundo revelado na obra, a decisão aconteceu após o príncipe ter passado o Natal com a família de sua sogra, no Canadá.

"[Harry] Sentia como se ele, Meghan e Archie estivessem sendo excluídos da família” revelou Andersen no livro.

Segundo revelado na obra, pouco tempo após o ocorrido, o casal anunciou que iria se afastar de suas funções na família real britânica.