Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / A mulher da casa abandonada

Luisa Mell resgata cachorro em mansão de "A mulher da casa abandonada": 'Foi horrível'

"A mulher da casa abandonada" resiste à entrega de cachorro e agride equipe

Luisa Alves, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/07/2022, às 22h13

Luisa Mell resgata cachorro de "A Mulher da Casa Abandonada", do podcast da Folha de S. Paulo - Reprodução/Instagram e Divulgação/Editoria de Arte
Luisa Mell resgata cachorro de "A Mulher da Casa Abandonada", do podcast da Folha de S. Paulo - Reprodução/Instagram e Divulgação/Editoria de Arte

A ativista animal, Luisa Mell, transmitiu via live, a operação policial para o resgate de um animal na mansão abandonada de Margarida Bonetti, a "mulher da casa abandonada" do podcast de Chico Felitti. Margarida resistiu à entrega do cachorro e agrediu um membro da equipe.

Luisa Mell, que já resgatou outras duas cadelas na mansão, retornou ao local alegando que foi convidada a fazer parte do cumprimento do mandado. A ativista compartilhou o momento do resgate, que também foi transmitido pelo "Brasil Urgente" na Band, em suas redes sociais.

"Quando a gente entrou, ela arrancou o cachorro da minha mão e colocou dentro da malha e começou a sufocar. Os policiais tiveram que intervir, ela veio correndo, bateu nele (apontando para um membro da equipe), aí eu peguei o cachorro e saiu correndo", disse Luisa ao "Brasil Urgente".

Margarida Bonetti resistiu à entrega do animal, o arrancando da mão de Luisa Mell e gritando: "Vocês querem tirar tudo de mim. Vocês já levaram dois cachorros meus!", colocando o cachorro dentro de sua camisa.

Segundo delegado Bruno Lima, membro da equipe que foi agredido por Margarida, o mandado foi expedido e a equipe entrou na casa para a busca de animais que poderiam estar sofrendo maus tratos. 

Agressão

A residente da casa resistiu à entrega do animal e lutou com a equipe. Ela chegou a agredir Bruno Lima, que relatou a agressão. 

"Ela falou que o cachorro era dela e que a gente não ia levar. (...) Conversamos com ela, ela pôs o cachorro debaixo da blusa e não queria entregar. (...) Ela não quis dar, a delegada pediu o cachorro, quando eu peguei o cachorro, ela me deu uma gravata e saiu atrás de mim", disse.

Luisa Mell relatou que a mulher também agrediu os policiais, como aponta o Splash Uol. 

"A gente foi fazer a perícia, mas não posso ir lá atrás que ela vai me bater. Ela está muito alterada, bateu nos policiais, foi uma das sensações mais lamentáveis que já presenciei, foi horrível", disse a ativista ao "Brasil Urgente".