Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mulher da Casa Abandonada

Luisa Mell sobre 'Mulher da Casa Abandonada': 'querem transformar a vilã em vítima'

Margarida Bonetti ficou conhecida após história envolvendo escravidão surgir em podcast 'A Mulher da Casa Abandonada'

Redação Publicado em 23/07/2022, às 10h54 - Atualizado às 10h55

Instituto Luisa Mell foi responsável por resgatar animais da 'Mulher da Casa Abandonada' - Divulgação/YouTube/Vou Contar Tudo / Divulgação/Instagram @luisamell
Instituto Luisa Mell foi responsável por resgatar animais da 'Mulher da Casa Abandonada' - Divulgação/YouTube/Vou Contar Tudo / Divulgação/Instagram @luisamell

A ativista conhecida como Luisa Mell utilizou seu Instagram na última semana para comentar sobre algumas polêmicas no caso da 'Mulher da Casa Abandonada'. Ela e seu instituto resgataram, a princípio, duas cadelas na casa, no último dia 3, e mais um cão pequeno na última quarta-feira, 20.

Como informado pela ativista, ela havia sido chamada ao local nesta última semana, para resgatar um suposto gato abandonado na mansão. No entanto, quando chegou ao local, descobriu que se tratava, na verdade, de uma ligação clandestina para furtar energia elétrica.

No entanto, no local um cachorro da raça pinscher foi encontrado e resgatado, também sobre condições de maus-tratos. Durante a entrada ao domicílio, que foi transmitida ao vivo pela ativista, todos puderam ver Margarida Bonetti — 'A Mulher da Casa Abandonada' — alterada com todo o tumulto e a apreensão de seu animal de estimação.

Luisa Mell em momento de resgate a pinscher na mansão de Margarida Bonetti
Luisa Mell em momento de resgate a pinscher na mansão de Margarida Bonetti / Divulgação/YouTube/Vou Contar Tudo

Na TV, o apresentador José Luiz Datena opinou sobre o caso, e disse que Margarida Bonetti é uma "senhora frágil", enquanto o delegado Osvaldo Nico disse que ela vive em "situação análoga à escravidão", o que na verdade é o oposto do crime cometido pela mulher, que a deixou tão famosa, como informou o Portal Pop Line.

"Transformar vilã em vítima"

Em seu Instagram, a ativista fez uma postagem mostrando como estão agora os animais resgatados na mansão abandonada do Higienópolis, e escreveu: "A vítima desta história é a mulher analfabeta que foi escravizada e maltratada por 20 anos! Ela tem sua identidade em sigilo. A criminosa é a Margarida [Bonetti]. Nao confundam as coisas", em referência ao erro cometido por Datena e pelo delegado Osvaldo Nico.

Ela nunca pagou pelo crime seríssimo que cometeu. E nem vai pagar. Inacreditavelmente. E tem gente ainda querendo transformar em vítima a vilã da história. Aqui não. Mesmo maluca, doida, desequilibrada, ela cometeu por 20 anos uma das maiores atrocidades. E na hora de fugir ela não foi maluca, né?", completou na postagem.

O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir