Notícias » Brasil

Lula afirma que quem acreditou na Lava Jato foi ‘enganado’

O ex-presidente também disse que perdoou os envolvidos na operação; confira

Redação Publicado em 01/04/2022, às 08h37

Lula em coletiva de imprensa (2021)
Lula em coletiva de imprensa (2021) - Getty Images

Durante evento realizado na última quinta-feira, 31, o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mencionou a Operação Lava Jato e sua prisão, em abril de 2018.

Na ocasião, enquanto participava da pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues ao governo da Bahia pelo Partido dos Trabalhadores e da reeleição do senador baiano Otto Alencar (PSD), Lula disse que quem acreditou na operação foi enganado.

O ex-presidente afirmou que já perdoou os participantes da força tarefa comandada pelo Ministério Público Federal, que acarretou em sua prisão. As informações são do portal de notícias UOL.

O petista respondeu a um cartaz levado por uma pessoa da plateia com seguinte frase: "Lula, me perdoe porque acreditei na Lava Jato”.

"Você não precisa ser perdoado, porque você não cometeu nenhum crime. Quem cometeu crime é quem mentiu para você, quem induziu você a acreditar em uma mentira. Não preciso te perdoar, porque você foi enganado. Eu já perdoei até quem te enganou”. O político continuou: "Não posso governar querendo vingança contra ninguém”.

Sabe-se que após ficar preso por mais de um ano, acusado de lavagem de dinheiro e corrupção no caso do tríplex do Guarujá, litoral de São Paulo, Lula foi solto em 2019. O caso foi arquivado por prescrição. Além disso, o então juiz do caso Sergio Moro, foi considerado como parcial no julgamento, pelo STF.