Notícias » Brasil

Lula confirma intenção de concorrer à presidência em 2022: "Serei candidato contra Bolsonaro"

O ex-presidente fez as alegações em entrevista a uma revista francesa

Ingredi Brunato, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 20/05/2021, às 15h00

Fotografia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Fotografia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - Wikimedia Commons

Segundo foi repercutido pelo Estadão nesta quinta-feira, 20, o ex-presidente Lula (PT) confirmou em uma entrevista à Paris Match, revista francesa, que de fato tem intenções de concorrer à presidência em 2022. 

"Se estiver na melhor posição para ganhar as eleições e estiver com boa saúde, sim, não hesitarei. Serei candidato contra Bolsonaro”, afirmou o político petista, que recuperou seus direitos políticos em março desse ano. 

Lula ainda explicou porque acredita que fez um bom trabalho em seu período na presidência: 

"Penso que fui um bom presidente. Criei laços fortes com a Europa, América do Sul, África, Estados Unidos, China e Rússia. Sob meu mandato, o Brasil tornou-se um importante ator no cenário mundial, notadamente criando pontes entre a América do Sul, África e os países árabes, com o objetivo de estabelecer e fortalecer uma relação entre países do hemisfério Sul e demonstrar que o predomínio geopolítico do Norte não era imutável”, disse ele. 

O ex-presidente também anunciou que conversou com "mais de 60 políticos de vários partidos” em uma visita recente à Brasília, e que tem planos para ter mais conversas com os “movimentos sociais, intelectuais e o sindical”, reforçando que o diálogo seria a base da política. 

“Quem faz política conversa. Dono da verdade, carrancudo, não serve para política", pontuou o petista, ainda de acordo com o veículo.