Notícias » Brasil

Lula diz temer atentado, mas não vai desistir de campanha de rua

O ex-presidente falou sobre o contexto da campanha política para as eleições deste ano

Redação Publicado em 16/03/2022, às 14h25

O ex-presidente Lula em 2021
O ex-presidente Lula em 2021 - Getty Images

O ex-presidente Lula declarou estar preocupado com a possibilidade de um atentado contra ele em contexto de campanha política para as eleições presidenciais deste ano, mas que continuará fazendo ações de rua.

Em entrevista à Rádio Espinharas, da Paraíba, o petista admitiu a preocupação ao responder um comentário do ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa. "O Brasil de hoje é muito mais violento que o de 4, 8 anos atrás", disse Barbosa.

Na fala, feita na última semana, ele aconselhava tanto Lula quanto Sergio Moro a tomarem cuidado porque correriam risco de vida, em referência a uma explosão de uma fábrica de fluídos de diesel durante uma visita de Moro em 4 de março em Maringá.

Eu tenho preocupação, mas como sou uma pessoa de muita fé e de muita crença, acho que o que vai acontecer é que o povo brasileiro vai reestabelecer a democracia. Vai ser a morte política de Bolsonaro pelas mãos dos eleitores”, afirmou Lula na entrevista.

Ele continuou: "Vou fazer a campanha que eu sei fazer, vou fazer campanha de rua, conversar com as pessoas, vender as propostas para o país. Não vou fazer o baixo nível do Bolsonaro, não vou fazer fábrica de fake news. Que ele faça o jogo rasteiro que ele quiser."