Notícias » Brasil

Lula pede fim da Guerra na Ucrânia: 'O povo precisa de paz'

O ex-presidente apelou pelo fim do conflito entre Rússia e Ucrânia e afirmou: ‘o povo quer emprego, quer salário, educação, vida e não quer morte’

Redação Publicado em 31/03/2022, às 11h46

O ex-presidente Lula
O ex-presidente Lula - Divulgação/Instagram/@lulaoficial/@ricardostuckert

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silvafalou a respeito do conflito que vem atraindo os olhos de todo o mundo há mais de um mês em território ucraniano desde que as tropas russas invadiram o país em 24 de fevereiro.

Segundo o político petista, os motivos para a guerra na região seriam resolvidos no Brasil em uma mesa de bar repleta de cerveja. Para ele, as discussões para um acordo de paz aconteceriam “até acabar as garrafas” caso fosse necessário.

A declaração foi feita em um evento internacional sobre igualdade e democracia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), onde Lula falou para um público de mais de 5 mil pessoas, segundo reportou a agência de notícias Reuters.

“Essa guerra por tudo que eu compreendo, leio e escuto seria resolvida aqui no Brasil numa mesa tomando cerveja, se não na primeira, na segunda, se não na terceira, se não desse na terceira ia até acabar as garrafas para um acordo de paz“, afirmou.

“Queria avisar pro [Vladimir] Putin [presidente russo], para o presidente da Ucrânia [Volodymyr Zelensky], avisar para o [Joe] Biden [presidente americano], avisar para os presidentes dos países europeus: parem com essa guerra, o povo precisa de paz”, continuou o ex-presidente.

O petista ainda questionou: “O povo quer emprego, quer salário, educação, vida e não quer morte. A quem interessa essa guerra?“.