Notícias » Europa

Magdalena Andersson é a primeira mulher a ser eleita premiê da Suécia

Ministra de finanças do país, a sueca é social-democrata e assumiu após renúncia de Stefan Löfven

Paola Orlovas, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 24/11/2021, às 13h00

Magdalena Andersson, primeira mulher a ser eleita premiê da Suécia
Magdalena Andersson, primeira mulher a ser eleita premiê da Suécia - Getty Images

A ministra de finanças da Suécia, Magdalena Andersson, foi eleita primeira-ministra do país pelo Parlamento nesta quarta-feira, 24, e agora será a primeira mulher a ocupar o cargo de premiê na história da Suécia.

Stefan Löfven, que ocupava o cargo há sete anos, renunciou no dia 10, em meio a uma crise política. 

Magdalena Andersson, de 54 anos, precisava que a maioria do Parlamento sueco não votasse contra sua indicação, e, ao receber 174 votos contra (o necessário para que não assumisse seria 175) conseguiu a posição após firmar um acordo com o Partido de Esquerda.

A economista foi eleita apenas um ano antes das eleições legislativas suecas, que acontecerão em setembro de 2022, e deve encontrar dificuldades durante seu governo provisório: o Partido de Centro disse, nesta quarta-feira, 24, que não apoiará o orçamento do governo de Andersson, devido ao acordo firmado com o Partido de Esquerda.