Notícias » Guerra Fria

Maior teste nuclear da História: veja fotos da bomba Tsar, que explodiu há 58 anos

O gigante estrondo do maior dispositivo atômico já lançado ocorreu em 1961, mas só recentemente o governo russo divulgou imagens sigilosas do acontecimento

Vanessa Centamori Publicado em 27/08/2020, às 11h30

Explosão da bomba Tsar
Explosão da bomba Tsar - Governo russo/Divulgação

O governo russo liberou imagens antes sigilosas da detonação da Tsar-Bomba, no último dia 20 de agosto. As fotos inéditas mostram a grandiosidade do maior teste nuclear da História, que ocorreu em 1961, no contexto da Guerra Fria.

A denotação da Tsar-Bomba / Crédito: Governo russo/ Divulgação

 

A Tsar-Bomba era um dispositivo de hidrogênio RDS 220, que foi detonado em 30 de Outubro de 1961, em Nova Zembla, uma ilha no oceano Ártico. A bomba foi fabricada entre os anos de 1950 e 1960.

O cogumelo causado pela explosão da Tsar-Bomba / Crédito: Governo russo/ Divulgação

 

O dispositivo nuclear servia como propaganda do governo da União Soviética (URSS), durante a corrida armamentista que a nação disputava com os Estados Unidos. Naquela época, o mundo estava polarizado na dicotomia entre as duas principais rivais e potências mundiais. A destruição, que revelava o poderio do arsenal da URSS, chegou a 4 mil metros acima do solo.

Nuvem da explosão da Tsar-Bomba / Crédito: Governo russo/ Divulgação

 

Curiosamente, a bomba original que serviu de protótipo da Tsar-Bomba tinha 57 megatons — isso equivale a uma quantia assustadora de 57 milhões de toneladas de explosivos. Entretanto, o seu poder teve que ser reduzido para cerca de 50 megatons, para evitar a propagação de radiação descontrolada.

A explosão da Tsar-Bomba / Crédito: Governo russo/ Divulgação

 

Ainda assim, o resultado foi uma explosão mostruosa que foi 3,3 mil vezes mais destrutiva que as bombas jogadas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, no fim da Segunda Guerra Mundial.