Notícias » Estados Unidos

Maioria do Senado quer condenação de Trump, aponta pesquisa da Reuters

Levantamento feito pela agência de notícias também mostra que esse é o posicionamento de 51% dos cidadãos americanos que foram entrevistados

Fabio Previdelli Publicado em 23/01/2021, às 10h23

O ex-presidente americano Donald Trump
O ex-presidente americano Donald Trump - Getty Images

De acordo com uma pesquisa realizada pela Reuters em parceria com a Ipsos, uma pequena maioria dos senadores norte-americanos defende que o ex-presidente Donald Trump seja condenado pelo Congresso e seja impedido de ocupar cargos públicos futuramente.  

A visão dos políticos corrobora com a opinião popular, mostrada por uma pesquisa realizada nesta semana, que mostra que 51% dos americanos acreditam que Trump tenha que ser culpado por incitar a invasão ao Capitólio, ocorrida no último dia 6.  

O julgamento do ex-presidente dos Estados Unidos no Senado está marcado para começar na segunda semana de fevereiro, entre os dias 8 e 12, segundo informou o senador democrata Chuck Schumer

Completando os dados da pesquisa, 37% dos que opinaram disseram que Trump não deveria ser condenado; os outros 12% não souberam opinar. Já sobre seu futuro político: 55% dos entrevistados disseram que o republicano não deveria ter permissão para ser eleito novamente, enquanto 34% discorda e os outros 11% não tiveram uma opinião definida.  

Sobre Donald Trump

Donald Trump nasceu e cresceu no Queens, entre seus quatro irmãos. Seu pai, Fred, é descendente de imigrantes alemães, enquanto sua mãe, Mary Anne, migrou da Escócia em 1930. Na faculdade, recebeu o diploma de bacharelado em economia, pela Wharton University of Pennsylvania, em 1968.

Aos 25 anos, recebeu a empresa de imóveis e construção de seu pai. À frente da Trump Organization, Donald recebeu o título de magnata. Em 2015, anunciou sua nomeação para a presidência dos EUA pelo Partido Republicano.

Durante sua campanha, Trump usou de discursos de cunho populista e anti-imigração, sempre lembrando seu lema: “Make America great again”. Em 2016, o republicano derrotou a democrata HillaryClinton e se tornou o 45º Presidente dos Estados Unidos. Aos 70 anos, ele foi a pessoa mais velha a assumir o cargo.