Notícias » Europa

Mais de 5 mil pessoas estão detidas na Rússia por protestos

A lei russa só permite manifestações autorizadas por autoridades

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/02/2022, às 15h46

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Getty Images

A polícia russa deteve um total de 5.942 pessoas que participaram de manifestações contra a guerra entre a Rússia e a Ucrânia desde o anúncio da invasão da nação ucraniana. As informações são da CNN e do site de monitoramento independente OVD-Info.

Segundo o site, 2.802 pessoas acabaram sendo detidas pelas autoridades russas por participarem de protestos não autorizados em 57 cidades por todo o país no último domingo,  27. 1.275 pessoas foram detidas apenas em Moscou.

A lei russa não permite que manifestações grandes possam ser feitas sem que uma autorização seja solicitada ao governo previamente. O pedido deve ser feito ao menos 10 dias antes do evento.

O Comitê de Investigação da Rússia já havia alertado durante a última quinta-feira, 24, que a participação em protestos antiguerra seria ilegal, também deixando claro que essas ofensas poderiam ser colocadas nos registros criminais dos participantes.