Notícias » Crime

Mais de 800 pessoas são presas em operação mundial contra o crime

A operação contou com dezenas de polícias ao redor do mundo e foi capaz de salvar mais de cem vidas, conforme revelaram as autoridades

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 08/06/2021, às 08h36

Nygel Ryan, comissário-assistente da Polícia Federal Australiana
Nygel Ryan, comissário-assistente da Polícia Federal Australiana - Getty Images

Uma grande operação mundial prendeu mais de 800 pessoas ao redor do mundo, conforme afirmou a agência policial da União Europeia, a Europol, nesta terça-feira, 8. Segundo informações do UOL, as investigações tiveram início há três anos, quando agentes de dezenas de países se infiltraram em uma plataforma criptografada utilizada por grupos criminosos.

"Essas informações levaram durante a semana passada a centenas de operações policiais em escala mundial, da Nova Zelândia e Austrália à Europa e Estados Unidos, com resultados impactantes", disse o vice-diretor de operações da Europol, Jean-Philippe Lecouffe, durante uma coletiva.

"Mais de 800 detenções, mais de 700 lugares com operações de busca e mais de oito toneladas de cocaína confiscadas", prosseguiu. Do total de detenções, 224 foram apenas na Austrália, segundo as autoridades do país. Além disso, de acordo com o FBI, a operação permitiu que mais de cem vidas fossem salvas.

"Nos últimos 18 meses, o FBI proporcionou às organizações criminosas mais de 300 dispositivos criptografados em cem países que nos permitiram vigiar suas comunicações", afirmou Calvin Shivers, diretor-adjunto do FBI.