Notícias » Música

Manuscrito da música Hey Jude, dos Beatles, é arrematado por mais de R$ 4,7 milhões

Para comemorar os 50 anos do fim do grupo, uma casa de leilões disponibilizou cerca de 250 itens da banda para lances de fãs

Wallacy Ferrari Publicado em 15/04/2020, às 11h41

O manuscrito leiloado em montagem com uma fotografia da banda
O manuscrito leiloado em montagem com uma fotografia da banda - Divulgação

Aproximadamente 250 itens relacionados a trajetória dos Beatles foram objetos de um extenso leilão comemorativo realizado em Los Angeles, EUA, pelo Julien’s Audiction.

O item mais caro arrematado surpreendeu por sua raridade; se trata de um caderno contendo manuscritos de Paul McCartney, indicando os versos iniciais de cada estrofe da música Hey Jude, escrita em 1968. Além das primeiras frases, há anotações do compasso, ritmo e composição melódica, orientando o músico a realizar as devidas pausas.

Com a conclusão da transferência do item, um comprador americano não identificado arrematou o item por US$ 910 mil dólares (aproximadamente 4 milhões de reais). A quantia arrecadada foi cinco vezes maior do que o valor estimado pela empresa de leilões.

Os bumbos e a capa do caderno, ambos leiloados / Créditos: Divulgação

 

A segunda venda mais alta foi a de uma pele usada nos bumbos de uma bateria utilizada na primeira turnê internacional da banda, em 1964. A capa contendo o logotipo da banda foi arrematada por US$ 200 mil (aproximadamente R$ 1 milhão).

Além do manuscrito, guitarras, vinis e outros itens autografados obtiveram altos lances durante o evento on-line; um cinzeiro utilizado por Ringo Starr foi comprado por US$ 32 mil (cerca de160 mil reais) e um roteiro do clipe Hello, Goodbye, foi comprado por US$83 mil (aproximadamente 400 mil reais).