Notícias » Mundo

Mapa interativo permite que usuários confiram mudanças na Terra nos últimos 750 milhões de anos

Ferramenta mostra como o planeta mudou entre o período atual e o criogeniano — e também possibilita a pesquisa por endereços específicos ou regiões mais generalizadas

Fabio Previdelli Publicado em 28/10/2019, às 10h56

Localização do Brasil no supercontinente da Pageia
Localização do Brasil no supercontinente da Pageia - Reprodução Ian Webster

A Terra passou e passa constantemente por mudanças. Alterações climáticas, desastres naturais e, principalmente, a ação do homem são capazes de mudarem, em um curto espaço de tempo, a vida como conhecemos hoje.

Apesar de termos notado essas mudanças sempre aconteceram. Muitos pesquisadores estimam que a Terra tenha cerca de 4,5 bilhões de anos e, sendo assim, ela nunca foi do jeito que estamos acostumados hoje.

No século 20, um meteorologista alemão chamado Alfred Wegener levantou uma hipótese que até hoje gera polêmica: há 200 milhões de anos, os continentes estavam unidos, formando um supercontinente chamado Pangeia.

Separação dos continentes há 105 milhões de anos / Crédito: Reprodução Ian Webster

 

Mas como será que era esse supercontinente? Como era a formação geográfica e como ela se separou?

Pesando em responder essas perguntas de forma interativa, Ian Webster — curador do maior banco de dinossauros do mundo — criou um mapa interativo permitindo que usuários acompanhem a evolução da distribuição de terra e mar nos últimos 750 milhões de anos.

Com base nos dados do projeto PALOMAP (do paleogeógrafo Christopher Scotese), os usuários podem inserir um endereço específico ou uma região generalizada, como estado ou país, e escolher entre as 26 opções de linha do tempo disponíveis, voltando do período atual para o criogeniano em intervalos de 15 a 150 milhões de anos.

Breves descrições dos períodos escolhidos aparecem no canto inferior esquerdo da tela, enquanto um menu suspenso no canto superior direito permite aos usuários pularem para marcos específicos da história, desde a chegada dos primeiros organismos multicelulares da Terra — há cerca de 600 milhões de anos — até o aparecimento tardio dos hominídeos na África — há 20 milhões de anos.