Notícias » Curiosidades

Maquiagem do Pinguim do novo 'Batman' surpreendeu até diretor: 'Quem é esse cara?'

O ator Colin Farrell se tornou quase irreconhecível no papel

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/03/2022, às 15h59

Montagem mostrando ator Colin Farrell à esquerda, e sua aparência no filme The Batman à direita
Montagem mostrando ator Colin Farrell à esquerda, e sua aparência no filme The Batman à direita - Getty Images/ Divulgação/ Warner

O filme "The Batman", que estreou na quinta-feira passada, 3, tem impressionado devido à aparência de seu vilão, Pinguim, que é interpretado por Colin Farrell.

O ator conta com uma forte maquiagem durante todas as cenas, no entanto, o fato é quase imperceptível.

É apenas quando se compara sua versão na telona com o rosto do intérprete que é possível perceber o quanto sua aparência foi modificada. 

O antes e depois /Crédito: Divulgação/Vídeo

Inesperado

O processo por trás dessa verdadeira transformação foi explicado pelo diretor do filme, Matt Reeves, durante uma entrevista à revista Variety publicada no último domingo, 6. 

De acordo com o artista, ele gostava da ideia de fazer algum tipo de alteração visual de Farrell, porém foi o maquiador, Michael Marino, que levou o conceito a níveis totalmente inesperados. 

A princípio, Reeves teria ficado preocupado: “Eu disse a ele, 'Estamos ferrados se eu deixar você fazer isso e alguém disser: ‘Oh, posso ver que isso é maquiagem.’ Isso vai arruinar tudo". 

A resposta de Marino, no entanto, mostrou sua confiança no que estava fazendo.

"Ele disse: 'Matt, eu prometo a você, quando ele entrar no set — não apenas quando você filmar, mas quando ele entrar no set — as pessoas vão pensar: 'Quem é esse cara?'", relatou o diretor. 

E, no fim, o maquiador, que trabalha com prostéticos, cumpriu o que prometeu, surpreendendo todos no set de filmagem com a transformação, que, embora usasse muitos recursos, parecia totalmente natural.

Reeves ainda contou à Variety que o ator foi comer em uma unidade do Starbucks durante um dos dias de filmagens, porém não foi reconhecido. 

“Essa foi a diferença entre este e outros filmes do 'Batman'. [Neste] parecia real”, concluiu.