Notícias » Arqueologia

Marca de importância local é vandalizada em ilha do Canal da Mancha

A chamada "pegada do diabo" é uma reentrância com formato de casco em uma rocha da ilha, foi encontrada vandalizada por um fotógrafo visitando o local

Ingredi Brunato Publicado em 03/12/2020, às 15h35

Registro do ato de vandalismo feito pelo fotógrafo
Registro do ato de vandalismo feito pelo fotógrafo - Divulgação

Na ilha francesa de Guernsey, no Canal da Mancha, uma marca em forma de casco conhecida como “Le Pied du Boeuf”, ou “A pegada do diabo”, foi vandalizada na última terça-feira, 1. As informações são do Guernsey Press, que cobre notícias locais. 

A famosa marca, que fica em uma rocha na costa da ilha, foi coberta com cimento e uma pedra de granito. Quem descobriu o ato de vandalismo foi o fotógrafo Nick Despres, que pretendia fotografar a rocha na tarde da terça-feira. 

Felizmente, o cimento havia sido mal misturado, de forma que ainda estava mole no momento que foi encontrado. Assim foi possível retirá-lo com o uso de ferramentas manuais sem que houvesse nenhum dano permanente à “pegada do diabo”. 

A lenda local por trás da marca é que, muitos anos atrás, um santo teria expulsado um demônio da ilha. Enquanto partia na direção do norte, o ser saltou em cima da pedra, deixando a marca de seu casco.