Notícias » Brasil

Marcas da origem humana: Possível geoglifo é encontrado em SP

Descoberta está sendo investigada por pesquisadores, que falam em ressignificação da história da humanidade

Fabio Previdelli Publicado em 11/11/2021, às 17h13

Possível geoglifo é encontrado em SP
Possível geoglifo é encontrado em SP - Divulgação/ Dakila Pesquisas / DINO

Um possível geoglifo — uma grande figura feita no chão, em morros ou regiões planas, como as figuras da Linhas de Nazca — está sendo investigado na região sudeste de São Paulo, em uma área que faz parte do Caminho do Peabiru, que foi usado pelos indígenas muito antes do período colonizatório.

De acordo com membros da Associação Dakila Pesquisas, que estuda a possível descoberta, a visualização integral da imagem só é possível se feita do alto.

Caso a veracidade do achado se confirme, ele será a primeira marca no solo identificada próximo ao litoral paulista. 

"Com o auxílio de drones e detectores de metais, vamos procurar vestígios de que o local de fato tem ligação com o Peabiru e artefatos que possam identificar com mais precisão as histórias vivenciadas nessa região", conta ao Terra Urandir Fernandes de Oliveira, presidente do Ecossistema Dakila — que faz parte da Associação Dakila Pesquisas.

O possível geoglifo foi localizado após a descoberta de um vaso diferenciado (visto na imagem de capa) nas proximidades do local, diz o pesquisador. "Este vaso nos instigou a vasculhar a área e acabamos encontrando as valetas. Ainda não sabemos de que época esse artefato pode ser, mas vamos fazer o estudo do material para datar".

Para Urandir, ambos os achados podem ressignificar a origem humana e das primeiras pessoas que habitaram nosso planeta, já que estudos da Associação apontam que o Caminho do Peabiru possa ter sido feito por civilizações mais antigas que os indígenas

Nos contextos mais tradicionais, esse caminho foi construído pelos índios, mas segundo nossas pesquisas, identificamos que pode haver uma civilização bem mais antiga”, explica Rafael Hungria, que é pesquisador da Dakila.

“Ainda há muito o que ser estudado, mas há resquícios de que a história da humanidade começou aqui no Brasil e a capital dessa grande civilização seria na Amazônia, conhecida como Ratanabá, tanto é que essas estradas que encontramos e chamamos de Peabiru levam até ao que chamamos de primeira capital do Sistema Terra", conclui.