Notícias » Arqueologia

Marca de mão da Idade da Pedra é descoberta por casal de idosos na Noruega

Para pesquisadora envolvida na análise, a tinta utilizada pode ter sido uma mistura de magnetita de óxido de ferro e gordura ou sangue

Isabela Barreiros Publicado em 13/08/2020, às 13h37

A marca de mão encontrada em Troms, Noruega
A marca de mão encontrada em Troms, Noruega - Divulgação/UiT - Norwegian Arctic University

Nesta semana, um casal de idosos aposentados estava fazendo uma viagem ao norte no condado de Troms, na Noruega. Eles se depararam com uma marca de mão feita com a cor vermelha em uma rocha e relataram o curioso achado a arqueólogos da região.

“Quando vimos as fotos, não houve dúvidas sobre o que haviam encontrado”, disse Ingrid Sommerseth. Ela é pesquisadora e responsável pela documentação de arte rupestre na UiT - Universidade Ártica da Noruega.

Segundo a especialista, quando foram, em grupo, investigar a região, acabaram encontrando mais desenhos feitos provavelmente no mesmo período. Foram descobertas 22 figuras diferentes em rochas locais, algumas eram gravuras de homens e mulheres e outras eram apenas mãos.

Em relação à datação, os cientistas acreditam que os desenhos tenham sido feitos em um período entre 3 mil e 5 mil anos atrás, mas ainda existem dúvidas sobre o momento exato.”. Feita com carvão vegetal, a datação correspondente também foi encontrada em locais que remontam à Idade da Pedra, na Noruega. Mas, para Sommerseth, “eles podem ser muito mais velhos do que isso também”.

Os pesquisadores ainda estão começando a analisar a tinta de tom avermelhado que foi usada para as pinturas. Eles acreditam que a cor tenha vindo da magnetita de óxido de ferro. “Achamos que misturaram com gordura ou sangue para fazer tinta, e talvez alguns outros ingredientes secretos”, disse Sommerseth.