Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Marcos Oliveira

Marcos Oliveira, Beiçola da ‘Grande Família’, volta a pedir ajuda: ‘Boletos não param de chegar’

Ator já havia arrecadado valor em vaquinha virtual no ano passado

Redação Publicado em 25/07/2022, às 09h37

Marcos Oliveira como Beiçola em 'A Grande Família' - Divulgação/Rede Globo
Marcos Oliveira como Beiçola em 'A Grande Família' - Divulgação/Rede Globo

Marcos Oliveira, mais conhecido pelo papel de Beiçola em “A Grande Família”, voltou a pedir ajuda financeira nas redes sociais após ter passado por uma cirurgia na bexiga, da qual ainda está vivendo a recuperação.

Em um vídeo publicado em seu perfil no Instagram no último sábado, 23, o ator relatou como está em uma situação difícil, pedindo novamente doações aos fãs para conseguir sobreviver enquanto não consegue retornar aos trabalhos de atuação, segundo o F5.

“Oi gente tudo bom? Sou eu. Estamos aqui de novo. Graças a Deus fui operado. Estou aqui de recuperação em casa. Tenho mais 45 dias para passar”, disse no vídeo. “E eu estou precisando de ajuda. Para mais um pouquinho para logo sair dessa situação e voltar a trabalhar. Qualquer coisa me ajudem".

Na legenda, ele escreveu: "Ainda tenho que me recuperar mas os boletos não param de chegar: farmácia, luz, aluguel, mercado e para complicar, não estou podendo sair de casa por enquanto. Quem puder me ajudar", pedindo doações pelo pix.

Doações no ano passado

Em junho do ano passado, o ator lançou uma vaquinha e arrecadou mais do que o previsto depois de revelar que passava por dificuldades financeiras. Na época, ele disse que usaria o dinheiro para “pagar suas contas”.

"Vou usar parte desse dinheiro para pagar minhas contas. Devo uma base de R$ 30 mil no banco. E o restante vou tentar viver. Tenho que sair desse apartamento aqui em Botafogo, e ir para um lugar mais barato. Espero que eu consiga um dia ter um cantinho na vida para ficar junto com as minhas três cachorras. Estou na batalha para disso”, disse.

"Preciso de trabalho”, acrescentou. “A grana está sendo legal, vou pagar minhas dívidas, dar um novo rumo na minha vida, tenho 64 anos, disposição, e quero trabalhar. O que eu quero é trabalho. Viver de caridade é horrível. É legal tudo que fizeram, que me tirou da expectativa de miséria, mas pelo menos agora tem uma expectativa de trabalho”.


+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.