Notícias » Brasil

Vítimas do acidente em avião que levava Marília Mendonça tiveram politraumatismo, explica legista

A cantora e as vítimas faleceram na última sexta-feira, 5

Redação Publicado em 07/11/2021, às 14h27 - Atualizado às 20h58

A cantora em foto
A cantora em foto - Divulgação/Marília Mendonça

O Brasil recebeu a triste notícia da morte do ícone da música sertaneja Marília Mendonça na última sexta-feira, 5. Ao lado de quatro pessoas, a artista sofreu um acidente de avião em Caratinga, Minas Gerais.

No último sábado, 6, marcado por despedidas de familiares, amigos e fãs, um laudo inicial do que aconteceu com as vítimas do acidente foi divulgado. Pedro Fernandes, médico-legista que examinou os corpos, aponta politraumatismos cranianos.

“Um traumatismo por queda de avião é aquele que tem energias cinéticas vindo de diversos lados e de muita intensidade, atingindo as regiões letais do corpo, como abdômen, tórax, cabeça e pescoço. Os membros não são tão vitais”, explica o profissional, conforme divulgado pelo Diário de Pernambuco.

Fernandes também disse, segundo o veículo, que as vítimas da tragédia tiveram ‘lesões contundentes’ e fraturas múltiplas. Além disso, segundo o profissional, ainda é difícil determinar a causa de cada morte dos envolvidos. 

Os ocupantes têm lesões contundentes. É difícil determinar uma causa ou um evento letal de cada óbito. São diversos fatores que contribuem para a morte deles. É um politraumatismo craniano”, explicou.

Também fora relatado que materiais presentes na necropsia serão enviados ao IML de Belo Horizonte. Assim, análises mais específicas serão realizadas.

O acidente

A artista, um dos maiores nomes do feminejo, faleceu na última sexta-feira, 5, após um acidente de avião enquanto viaja até Piedade de Caratinga, Minas Gerais, para fazer um show.

Ao lado da artista, estava seu tio e assessor, Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, além de dois pilotos, Geraldo Martins de Medeiros e Tarciso Pessoa Viana, que também não resistiram ao acidente. A notícia foi passada pela assessoria de imprensa da cantora após a informação inicial de que a artista estava bem.

"Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga (MG), onde Marília teria uma apresentação esta noite", relatou a assessoria de Medonça através de uma nota.

Investigações

As investigações para descobrir a causa do acidente foram iniciadas pela FAB neste sábado, 6. Na última sexta-feira, 5, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou em comunicado que o avião acabou atingindo o cabo de uma torre de distribuição da empresa antes da queda.

“Investigadores do 3º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA III) da FAB realizam a ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave PT-ONJ em que estavam a bordo a cantora Marília Mendonça e mais 4 pessoas, em Caratinga/MG”, relatou a FAB através do Twitter.