Notícias » Brasil

Marinha entrega convite a Bolsonaro através de blindados e parlamentares acusam tentativa de intimidação

Ato aconteceu no mesmo dia que será votado a proposta sobre voto impresso

Fabio Previdelli Publicado em 10/08/2021, às 11h35

Blindados desfilando em frente ao Palácio do Planalto
Blindados desfilando em frente ao Palácio do Planalto - Divulgação/YouTube/Diário do Nordeste

Na manhã desta terça-feira, 10, conforme informou o G1, um convite recebido pelo presidente Jair Bolsonaro gerou certas polêmicas, não pelo evento em si, mas pela forma como o chefe de Estado foi invitado. 

Afinal, a Marinha passou em frente ao Palácio do Planalto com tanques blindados e outros veículos militares para convidar Bolsonaro a assistir a Operação Formosa, um treinamento militar anual que acontecerá em Formosa, na região do Entorno do DF, a partir do próximo dia 16. 

O que chamou a atenção é o fato do ato na Esplanada dos Ministério acontecer no mesmo dia que a Câmara dos Deputados irá votar sobre a proposta do voto impresso. Como aponta o G1, a exibição dos veículos militares gerou críticas de parlamentares, que viram a passeata como uma forma de tentativa de intimidação.  

"É um absurdo gastar recursos públicos em uma exibição vazia de poderio militar. As Forças Armadas, instituições de Estado, não precisam disso. Os brasileiros, sofrendo com as consequências da pandemia, também não precisam. O Brasil não é um brinquedo à disposição de lunáticos", declarou o senador sergipano Alessandro Vieira.  

Já Randolfe Rodrigues, senador e vice-presidente da CPI da Covid, afirmou que “colocar os tanques na rua não é uma demonstração de força, e sim de COVARDIA”. “Quer tentar golpe Sr. @jairbolsonaro? É o crime que falta para lhe colocarmos na cadeia”.