Notícias » Crimes

Médico é acusado de abusar sexualmente de 109 crianças na Áustria

O homem de quase 60 anos, que chegou a oferecer drogas a seus pacientes, será julgado na Europa

André Nogueira Publicado em 11/02/2020, às 14h25

Imagem meramente ilustrativa de uma criança isolada
Imagem meramente ilustrativa de uma criança isolada - Getty Images

Segundo promotoria de Wels, na Áustria, um médico de 57 anos pode ter abusado sexualmente de ao menos 109 crianças que foram seus pacientes. A identidade do cidadão não foi revelada, mas ele será levado a julgamento, pois é relatado que ele sofre com problemas mentais.

A polícia relatou que o homem falava a suas vítimas que suas ações faziam parte de procedimentos padrões da medicina, possibilitando que ninguém o delatasse por 20 anos, desde o ano 2.000.

Entre as atitudes, ele teria fornecido maconha para uma criança e levado outra para uma casa no Lago Attersee, na Áustria.

A primeira denúncia feita contra o médico ocorreu no mês passado (janeiro de 2020), feita pela mãe de um menino de 15 anos que foi abusado por ele. Pelo menos 40 de seus pacientes tinham até 14 anos.