Notícias » Ciência

Médicos realizam tratamento inédito contra câncer de pâncreas no Brasil

Chamada de "nano-knife", a tecnologia utilizada pela primeira vez no país representa um avanço enorme na luta contra a doença

Pamela Malva Publicado em 02/03/2021, às 14h00

Imagem meramente ilustrativa de laboratório
Imagem meramente ilustrativa de laboratório - Divulgação/Pixabay

Pela primeira vez no país, cirurgiões do hospital Vila Nova Star, executaram um novo procedimento na luta contra o câncer. Conhecida como “nano-knife”, a tecnologia inédita promete tratar quadros mais agressivos da doença, como o câncer de pâncreas.

Durante a cirurgia, os especialistas aplicam ondas de alta voltagem e de baixo calor nas células cancerígenas, com a ajuda de agulhas especiais. Chamada de "eletroporação irreversível", essa técnica eletrocuta o câncer e facilita sua remoção do organismo.

Mesmo bastante recente no Brasil, a tecnologia já é uma velha conhecida de outros países. Nos Estados Unidos, França e Alemanha, por exemplo, a nano-knife já é aplicada há dez anos em alguns quadros de tratamentos contra o câncer, segundo a CNN.

Por aqui, no entanto, o primeiro procedimento foi realizado em uma paciente de 55 anos, que foi diagnosticada com câncer de pâncreas em estágio 3 há seis meses. No total, a cirurgia bem sucedida durou oito horas e foi liderada pelo oncologista Luiz Tenório Siqueira e pelo cirurgião Antônio Luiz de Vasconcellos, ambos da rede D'Or.