Notícias » Saúde

Médicos Sem Fronteiras encontra 10 corpos em navio no Mediterrâneo

Embarcação foi localizada na costa da Líbia

Fabio Previdelli Publicado em 17/11/2021, às 10h17

O navio humanitário Geo Barents
O navio humanitário Geo Barents - Aavee via Wikimedia Commons

Na última terça-feira, 16, integrantes do Médicos Sem Fronteiras (MSF) encontraram 10 corpos à bordo de um barco no Mar Mediterrâneo, na costa da Líbia. A ação aconteceu após um alerta emitido pelo serviço Alarm Phone. Os profissionais acessaram o local por meio do navio humanitário Geo Barents, operado pelo MSF.

A ONG noticiou que 99 pessoas foram resgatadas, mas 10 corpos acabaram sucumbindo no fundo do barco.

"10 mortes evitáveis, assim como as das outras 1.225 pessoas que perderam suas vidas na travessia do Mediterrâneo desde o início do ano. 10 pessoas que morreram sufocadas após 13 horas à deriva no mar. Como podemos aceitar isso em 2021?", se indignou a entidade em seu perfil no Twitter. 

Agora, segundo informações da agência de notícias ANSA, o Geo Barents tem à bordo 186 migrantes forçados, sendo que o mais novo entre eles tem apenas 10 meses de idade. O navio comunitário busca um local seguro para atracar. 

Muitos deles parecem traumatizados por uma terrível provação. Eles ficaram vagando no mar por horas, temendo por suas vidas, e precisam ser colocados em segurança o quanto antes", completou o MSF.

Somente neste ano, de acordo com o Ministério do Interior, a Itália já recebeu cerca de 60 mil migrantes forçados que vieram do Mar Mediterrâneo.

O que representa um aumento de 84% em relação ao mesmo período do ano passado. O país tem servido como porta de entrada de migrantes para a União Europeia.