Notícias » Curiosidades

Megaiate ultra luxuoso virtual é vendido por 3,6 milhões de reais

Item só existe no jogo The Sandbox

Fabio Previdelli Publicado em 30/11/2021, às 10h27

The Metaflower Super Mega Yacht
The Metaflower Super Mega Yacht - Republic Realm

Cabine de DJ, banheira de hidromassagem, heliporto… essas são só algumas das áreas de lazer que fazem parte do "megaiate ultra luxuoso" The Metaflower Super Mega Yacht.

A embarcação foi vendida nos últimos dias pela bagatela de 650 mil dólares, algo em torno dos R$3,6 milhões. 

Porém, o iate possui uma simples peculiaridade: ele não existe no mundo real. Criado pela Republic Realm, empresa especializada em desenhar objetos que são usados no metaverso, o navio foi criado para o jogo The Sandbox e trata-se de um NFT (token não fungível) do item. 

Este leilão marca o preço mais alto pago por um NFT de The Sandbox e um momento emocionante para todos os membros da comunidade Fantasy", declarou a Republic Realm.

Além do barco, a Republic Realm também desenvolveu uma coleção de luxo para o The Sandbox, chamada  The Fantasy Collection de NFTs, o que inclui jet skis, lanchas e até mesmo uma ilha particular. 

Quem se impressiona com o valor pago, porém, se surpreenderá mais ainda ao descobrir que este não é nem de longe o item mais caro já vendido no metaverso.

Como recorda matéria do G1, na última terça-feira (23) um terreno virtual foi vendido no jogo Decentraland por 2,4 milhões de dólares, algo na casa dos R$13 milhões.


O que é NFT?

A sigla de non-fungible token ("token não fungível", em tradução livre) representa uma modalidade que permite criptografar um arquivo digital de qualquer tipo, como imagens, fotos, vídeos e músicas em seus arquivos originais, e permitir que existam "itens autênticos", ou seja, únicos no mundo, como uma só unidade de uma obra de arte.

Qualquer cópia sem a codificação NFT se trataria de uma cópia não autenticada, como um produto pirata ou, simplesmente, uma réplica, podendo gerar valor aos arquivos originais de um item digital. Diferente das criptomoedas, no entanto, os NFTs não são cambiáveis, visto que qualquer tramitação resultará na alteração dos dados da peça.

Apesar disso, se os compradores quiserem gerar lucro com a peça adquirida, como um desenho gráfico ou um meme em vídeo, passam a ter o direito livre de seu uso; além de poder requisitar sua retirada em usos comerciais.