Notícias » Reino Unido

Megan Markle e príncipe Harry serão proibidos de utilizar o título de realeza em suas marcas

A decisão teria sido tomada após conversas entre a rainha Elizabeth II e membros da Coroa britânica

Daniela Bazi Publicado em 19/02/2020, às 14h17

Harry e Megan durante o desfile Trooping the Colour em 2018
Harry e Megan durante o desfile Trooping the Colour em 2018 - Getty Images

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, após conversas com a rainha Elizabeth II e alguns membros da Coroa britânica, Harry e Megan não poderão utilizar mais o nome Sussex Royal como marca.

De acordo com uma fonte da realeza, "Como o duque e a duquesa de Sussex estão deixando de ser membros sênior da família real e trabalharão pela independência financeira, o uso da palavra 'real', neste contexto, precisava ser revisto. Os debates ainda estão em andamento".

Membros da Família Real em evento no Palácio de Buckingham, 10 de julho de 2018 / Crédito: Getty Images

 

O casal já havia criado um site com o nome, além de tentar registrá-lo para a venda de produtos como roupas, livros e artigos de papelaria, e iniciar as medidas necessárias para que pudessem desenvolver uma instituição de caridade, chamada de Sussex Royal - Fundação do Duque e Duquesa de Sussex.

Não foram revelados os verdadeiros motivos para a decisão da monarca. Entretanto, desde o anúncio de que eles deixariam seu cargo como membros da família real no mês passado, a soberana não teria sido contrária a decisão do neto.