Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Tragédia

Menina de 10 anos é acusada de matar mulher a tiros para defender a mãe

Em confraternização, a criança atirou para “defender a mãe”

Redação Publicado em 08/06/2022, às 18h07

Lashun Rodgers, 41 - Divulgação/Youtube/Fox News
Lashun Rodgers, 41 - Divulgação/Youtube/Fox News

Uma menina de 10 anos é a suspeita de matar uma mulher a tiros depois de uma discussão entre sua mãe e a vítima, em Orlando, na Flórida. A mulher, Lashun Rodgers, 41, estava em um churrasco em seu condomínio quando mãe e filha chegaram ao local.

Segundo o The Washington Post, via Uol, as duas teriam começado a brigar por um problema pessoal que antecedeu à festa, sobre uma publicação de rede social.

O caso aconteceu no Memorial Day, 30 de maio, mas foi divulgado apenas agora. O desentendimento chegou às agressões físicas, de acordo com o que disseram algumas testemunhas.

A mãe da menina teria desferido um soco contra Rodgers, que revidou. No meio da briga, a mulher identificada como Lakrisha Isaac, 31, entregou à filha sua bolsa, em que continha uma pistola.

Durante as agressões, a menina teria sacado a arma da bolsa e disparado dois tiros, atingindo Rodgers na cabeça. Uma das testemunhas afirmou que logo depois dos disparos, a criança teria gritado em direção à vítima baleada: “Você não deveria ter mexido com a minha mãe”.

Desdobramento do caso 

A promotora Monique H. Worrell, responsável pela acusação no caso, em um comunicado publicado ontem, lamentou o ocorrido: "Esse tiroteio é uma tragédia inimaginável, que não tem uma solução fácil”. "Nós vamos seguir com cuidado e nosso foco principal é fornecer todo o apoio possível à família da sra. Rodgers e melhorar a saúde dessa criança daqui pra frente”, acrescentou.

A garota, que não teve a identidade revelada, foi presa ontem, 7, e pode enfrentar uma ação por homicídio de segundo grau, quando ele não é premeditado, de segundo o site ClickOrlando.

De acordo com o Washinton Post, a mãe da menina, Isaac, também está presa e irá enfrentar acusações por homicídio por negligência, lesão corporal qualificada, negligência infantil e armazenamento negligente de arma de fogo.

Rodgers chegou a ser levada para o hospital, mas morreu poucas horas depois. Em depoimento à polícia, a criança teria afirmado que viu a vítima "cortar a cabeça da mãe com uma pedra durante a discussão", apesar de a própria adulta ter negado que foi agredida.