Notícias » Brasil

Menina de 4 anos morre ao ser atingida por explosivo

O suspeito de arremessar o artefato na casa é um adolescente de 14 anos; o caso aconteceu em Barretos

Redação Publicado em 27/12/2021, às 08h33 - Atualizado às 09h22

Colchão em que a menina dormia
Colchão em que a menina dormia - Divulgação/Murilo Badessa/EPTV

No último final de semana, uma tragédia envolvendo a morte de uma criança gerou indignação em Barretos, no interior do estado de São Paulo.

No último sábado, 25, Aylla Manuella Ribeiro da Piedade, de 4 anos de idade, dormia em seu quarto quando foi atingida por um explosivo. A menina não resistiu aos ferimentos e morreu um dia depois no hospital.

De acordo com informações publicadas pelo portal de notícias g1, o momento em que o artefato foi atirado na residência da família da criança foi registrado por uma câmera de segurança.

Segundo revelado na reportagem, o suspeito do caso é um adolescente de 14 anos de idade. Momentos antes da explosão é possível ver um jovem arremessando o objeto do meio da rua pelo muro da casa, ele estava acompanhado de outros menores de idade. O ocorrido segue em investigação.

Após a confirmação da morte de Aylla, moradores da região da Vila Gomes — onde o caso aconteceu — ficaram revoltados e incendiaram a casa do suspeito, como informaram as autoridades.