Notícias » Brasil

Meninos de Belford Roxo: Traficante mandou jogar corpos no rio

Testemunhas apontam que a gerente do tráfico ‘Tia Paula’ foi responsável pela ordem; a mulher foi morta posteriormente

Redação Publicado em 10/12/2021, às 07h21

Tia Paula
Tia Paula - Divulgação/Redes sociais

Em meio aos novos desdobramentos a respeito do caso do desaparecimento de três meninos no Complexo do Castelar, em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, testemunhas apontaram a pessoa que teria sido responsável por mandar sumir com o corpo das crianças.

De acordo com as autoridades, testemunhas do caso afirmaram que a gerente do tráfico Ana Paula da Rosa Costa, conhecida como Tia Paula foi quem ordenou que os corpos de Lucas Matheus, Alexandre da Silva e Fernando Henrique fossem jogados em um rio.

Segundo informações publicadas pelo portal de notícias g1, na última quinta-feira, 9, investigações apontaram que posteriormente a traficante foi morta e esquartejada a mando da facção criminosa que domina a região.

Além de Tia Paula, outros quatro integrantes do tráfico com possível envolvimento no caso também foram mortos da mesma maneira. Em operação realizada ontem, 9, para encerrar o inquérito, 33 pessoas foram presas no Castelar.

Os meninos que tinham idade entre 9 e 12 anos desapareceram em dezembro de 2020. A polícia trabalha com a linha de investigação de que os garotos foram mortos por traficantes, por causa do furto de passarinhos.