Notícias » Arqueologia

Mergulhador amador encontra espada que pode ter mais de 900 anos e ter sido das Cruzadas

O item foi achado em uma enseada perto da cidade de Haifa, em Israel

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 19/10/2021, às 12h02

A espada, incrustrada por organismos marinhos
A espada, incrustrada por organismos marinhos - Divulgação / YouTube / El Mundo

Um mergulhador amador encontrou uma espada em uma enseada localizada no Mar Mediterrâneo, perto da cidade de Haifa, em Israel, no último sábado, 16. O homem reconheceu o objeto, que está incrustado por organismos marinhos, após uma corrente remover parte da areia que estava em cima do item. 

A Autoridade de Antiguidades de Israel afirmou na última segunda-feira, 18, que a espada pode ter pertencido a um cruzado que foi até a antiga Terra Santa. 

O diretor da unidade de Arqueologia Marinha da organização, Kobi Sharvit, disse em entrevista que acredita que a região da enseada pode ter servido de abrigo para marinheiros e seus navios. 

Essas condições atraíram navios mercantes ao longo dos tempos, deixando para trás ricos achados arqueológicos", explicou Kobi.

A espada passará por um processo de limpeza e restauração feito por especialistas e depois será exposta.