Notícias » Bizarro

Mergulhador indiano fica quase seis dias embaixo d’água na tentativa de entrar para o Livro dos Recordes

Durante o tempo submerso, Saddam Al-Kilany praticou exercícios, fez orações, se alimentou e até praticou pintura subaquática

Fabio Previdelli Publicado em 14/11/2020, às 13h33

Saddam Al-Kilany praticando queda de braço embaixo d'água
Saddam Al-Kilany praticando queda de braço embaixo d'água - Divulgação

A fim de entrar no Guinness Book, o famoso Livro dos Recordes, muitas pessoas se submetem aos mais diversos tipos de loucuras e extravagâncias. Agora, a bola da vez é o egípcio Saddam Al-Kilany, de 29 anos, que bateu o recorde de ficar mais tempo embaixo d’água ao ficar quase seis dias submerso. As informações são do UOL

Para tal feito, o mergulhador foi até a cidade de Dehab. Seu intuito inicial era de permanecer 150 horas submerso, no entanto, ele cumpriu apenas 143 delas, dentro do Mar Vermelho. Mesmo assim, ele superou por 1 hora o recorde anterior. 

A preparação de Al-Kilany durou cinco anos, segundo o próprio calcula, assim, ele partiu para sua tentativa em 5 de novembro. Durante todo seu tempo embaixo d’água, o egípcio foi acompanhado por Adel Taher, diretor do Centro Médico Hiperbárico do Sul do Sinal.  

A aventura submersa do mergulhador foi toda gravada e, agora, as imagens serão analisadas pela equipe do Livro dos Recordes. Apesar de não existir uma previsão para o anúncio, ele se mantém otimista.  

Durante sua maratona aquática, Al-Kilany ficou praticando exercícios, fez orações, se alimentou e até praticou pintura subaquática, um de seus passatempos prediletos. Ele já havia ganhado os holofotes em setembro, quando pediu sua namora, que também é mergulhadora, em casamento. O pedido, como podem imaginar, foi feito embaixo d’água.