Notícias » Pré-História

Mergulhadores encontram a estrutura de madeira mais bem preservada da pré-história

A descoberta realizada na Inglaterra demonstra a grande capacidade tecnológica dos homens da Idade da Pedra

André Nogueira Publicado em 21/08/2019, às 11h00

None
- Reprodução

O Fundo Arqueológico Marítimo do Reino Unido descobriu uma estrutura submarina de 8.000 anos feita em madeira. O achado foi realizado próximo ao local em que se acredita estar a construtora de barcos mais antiga do mundo, na Ilha de Wight.

O diretor da instituição, Garry Momber, explica que a descoberta é “particularmente importante, pois a plataforma de madeira faz parte de um sítio que dobra a quantidade de madeira trabalhada encontrada no Reino Unido de um período que durou 5.500 anos”.

A estrutura foi considerada a plataforma de madeira mais bem preservada da Idade da Pedra conhecida na Inglaterra. 11 metros abaixo do nível do mar, ela está instalada onde, na época, era terra firme e vasta. O local era conhecido desde 2005, mas a descoberta só foi possível com o investimento em fotogrametria que registrou a matéria orgânica morta. Em seguida, uma reconstituição em 3D foi realizada para que se possa compreender a posição da plataforma fora d’água.

Pedaços de madeira encontrados / Crédito: Reprodução

 

Outro ponto relevante com o achado é o fato de que ele demonstra a existência de técnicas sofisticadas de tratamento em madeira e tecnologias de construção que não se pensava serem antigos. O FAM está trabalhando com o Centro Nacional de Oceanografia (NOC) para registrar e estudar, reconstruir e exibir a coleção de madeiras. 

Entretanto, como o patrimônio está debaixo d’água, não há regulamentos oficiais que focam na sua preservação, o que reduz o poder dos cientistas. Como consequência, a conservação e a pesquisa em relação à madeira encontrada estão dependendo de caridades e doações. Enquanto isso, o material passa por um processo de degradação cada vez mais rápido.