Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Meta

Meta, dona do Facebook, oferece cobertura de transição de gênero para colaboradores

Nova política valerá no Brasil e México, mas deverá se aplicada a outros países em breve

Redação Publicado em 01/06/2022, às 16h43

Imagem ilustrativa - Getty Images com modificações
Imagem ilustrativa - Getty Images com modificações

Nesta quarta-feira, 1, a Meta, empresa dona do Facebook, Instagram e WhatsApp, anunciou que oferecerá aos colaboradores trans um pacote adicional em seus planos médicos para todos aqueles que queiram se submeter a modificações corporais ou procedimentos de afirmação de gênero.

Cada vez mais as empresas deverão criar soluções que sejam capazes de atender às necessidades individualizadas. Deveremos ter uma prateleira [de serviços] inclusiva e disponível para os diversos momentos de vida pelos quais passamos", declarou Thais Mingardo, gerente sênior de remuneração e benefícios da Meta para América Latina.

De acordo com o G1, as medidas valerão para colaboradores dos escritórios no Brasil e México. Entretanto, em breve, a nova política deverá ser aplicada também na Argentina e Colômbia.  

O auxílio deverá cobrir procedimentos tanto feito em consultórios médicos, como a hormonioterapia, quanto em casos mais complexos, onde um atendimento hospitalar especializado é necessário, como na cirurgia de redesignação sexual

Política LGBTQIA +

De acordo com Thais Mingardo, o alto custo deste tipo de tratamento no Brasil, aliado com a baixa oferta de medicina especializada, acabam criando uma barreira para que pessoas trans tenham os cuidados necessários, sejam físicos, mentais ou emocionais, durante esse tipo de processo. 

Com isso, a Meta espera que esses procedimentos de transição possam ser feitos de forma mais fácil e cômoda para seus colaboradores. A nova política foi sugerida por um grupo de afinidade da Meta para pessoas LGBTQIA+ e aliados.