Notícias » Brasil

Metrô Dom Pedro II, em São Paulo, terá abrigo provisório para sem-tetos em decorrência do frio

Em parceria com igrejas e sinagogas, a capital terá estruturas para acolhimento e distribuição de cobertores e comida

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 29/07/2021, às 08h39

Imagem ilustrativa de morador de rua
Imagem ilustrativa de morador de rua - George Hodan / Public Domain

O governo de São Paulo anunciou na última quarta-feira, 28, o início de uma campanha para acolher moradores de rua durante os próximos dias em decorrência da frente fria intensa que acomete o estado com temperaturas recordes, como informa o portal G1.

Uma das medidas envolve a estação Dom Pedro II, que compõe a Linha 3-Vermelha do Metrô e será adaptada para abrigar aproximadamente 400 sem-tetos do sexo masculino, funcionando no período da noite, entre às 20h até 8h do dia seguinte, valendo a partir da data do anúncio e com conclusão prevista para sábado, 31, podendo se estender caso a onda de frio se mantenha.

Para organizar o espaço, o governo estadual acrescentou que contará com o auxílio da equipe do Padre Júlio Lancellottide plantão no local durante toda a noite. Com a ajuda de igrejas e sinagogas que também se ofereceram para abrir as portas aos desabrigados, o estado estima 2 mil novas vagas temporárias de acolhimento durante o frio intenso.

Além disso, a gestão estadual anunciou que dez unidades do restaurante popular Bom Prato servirão cafés da manhã, almoços e jantares gratuitos para este público até o final de agosto.