Notícias » Mundo

Mexicana vence o Miss Universo 2021 e brasileira fica em segundo lugar

Sediado em Hollywood, o evento aconteceu no último domingo, 16, e contou com um pódio majoritariamente latino

Pamela Malva Publicado em 17/05/2021, às 10h00

Fotografia da mexicana Andrea Meza já com sua coroa
Fotografia da mexicana Andrea Meza já com sua coroa - Getty Images

No último domingo, 16, o suntuoso Seminole Hard Rock Hotel & Casino, em Hollywood, na Flórida, sediou o tão esperado concurso Miss Universo 2021. Entre as 74 participantes, quem levou a coroa foi a mexicana Andrea Meza, segundo o UOL.

Formada em engenharia de software, a Miss México ainda é embaixadora do turismo na cidade de Chihuahua e ativista na luta pelo direito das mulheres em seu país. Aos 26 anos, Andrea superou a brasileira Julia Gama, que ficou em segundo lugar.

No final, a 69ª edição do Miss Universo contou com um Top 5 majoritariamente latino. Além da mexicana e da brasileira, Janick Maceta, do Peru, Kimberly Jiménez, da República Dominicana, e Adline Quadros Castelino, da Índia, ocuparam o terceiro, quarto e quinto lugar da competição, respectivamente.

Esta é a terceira vez que uma mexicana garante a coroa do Miss Universo. Antes de Andrea Meza, a jovem Lupita Jones conquistou o posto em 1991, enquanto Jimena Navarrete ganhou o primeiro lugar em 2010. O Brasil, no entanto, coleciona apenas duas vitórias, com Iêda Maria Vargas, em 1963, e Martha Vasconcellos, em 1968.

Fotografia da brasileira Julia Gama no concurso / Crédito: Getty Images

 

Política no Miss Universo

Durante as clássicas perguntas feitas para as participantes, Andrea foi questionada sobre quais seriam suas atitudes caso ela comandasse a luta contra o Coronavírus em seu país. Diplomática, ela lembrou que “nós perdemos tantas vidas e devemos cuidar das pessoas. Eu teria cuidado delas desde o início”.

“Eu acredito que não existe uma forma perfeita de lidar com uma situação tão difícil quanto a covid-19”, pontuou a mais nova Miss Universo. “Mas eu acredito que eu teria iniciado o lockdown antes mesmo da situação se espalhar tanto”.

Para Julia Gama, os jurados perguntaram como convencer o mundo de que as mulheres podem assumir grandes lideranças. Em resposta, a brasileira afirmou que “o mundo precisa da contribuição das mulheres”.

“As mulheres são uma parte muito importante da sociedade e só porque não somos incentivadas da mesma forma que os homens, não significa que não temos o nosso potencial”, afirmou a Miss Brasil. “Nós estamos aqui por um motivo e convido as mulheres a entenderem que somos as líderes das nossas vidas e fazer muito pela nossa comunidade. Então, vamos erguer nossas mãos", finalizou.