Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / México

México: Claudia Sheinbaum é a primeira mulher eleita presidente do país

Claudia Sheinbaum foi eleita presidente no último domingo, 2, com cerca de 59,5% dos votos, se tornando a primeira mulher a ocupar o cargo no país

Claudia Sheinbaum, a nova presidente do México - Getty Imagens
Claudia Sheinbaum, a nova presidente do México - Getty Imagens

Na divulgação da primeira contagem preliminar oficial, com 60% dos votos apurados, a cientista Claudia Sheinbaum, ex-prefeita da Cidade do México, foi eleita a nova presidente do México com 59,5% dos votos. Os dados da contagem rápida foram fornecidos pelo Instituto Nacional Eleitoral (INE).

Com tal resultado, Sheinbaum se tornará a primeira mulher a ocupar a presidência do país, prolongando a liderança do partido de esquerda Morena, do atual presidente e seu mentor político, Andrés Manuel López Obrador, por mais seis anos.

Essa contagem preliminar do INE coloca a candidata oficial em um intervalo entre 58,6% e 60,7% dos votos, com uma vantagem de cerca de 30 pontos percentuais sobre a segunda colocada, Xóchitl Gálvez, senadora de centro-direita de origem indígena e principal candidata da coalizão opositora formada pelos partidos tradicionais PAN, PRI (que governou por sete décadas até 2000) e PRD.

Gálvez mantém-se em um intervalo entre 26,6% e 28,6% dos votos. Já em um distante terceiro lugar, com entre 9,9% e 10,8% dos votos, está Jorge Álvarez Máynez, do Movimiento Ciudadano. A participação foi estimada entre 60% e 61,5%, com um nível de confiança de 95%.

Discurso de vitória

De acordo com o El País, via portal O Globo, Claudia Sheinbaum saiu de seu comitê logo após o anúncio do INE, após a meia-noite, para celebrar sua vitória. "A diferença para a Presidência da República é de mais de 30 pontos e, mesmo considerando a menor patente, conquistamos a maioria qualificada na Câmara dos Deputados e muito provavelmente no Senado", disse sob aplausos durante seu discurso.

Sheinbaum agradeceu aos mexicanos que participaram da votação e também aos candidatos da oposição, Xóchitl Gálvez e Álvarez Máynez, que ligaram minutos antes para reconhecer a derrota.

Quero agradecer ao povo do México pelo reconhecimento da nossa história, pelos resultados, pela sua convicção e pela sua vontade, mas acima de tudo pelo reconhecimento do povo ao nosso projeto nacional. Também sou grata porque, pela primeira vez em 200 anos de República, serei a primeira mulher presidente do México", enfatizou no discurso.

"Concebemos um México plural, diverso e democrático", continuou. "Nosso dever é e sempre será zelar por cada um dos mexicanos, sem distinção. Embora muitos mexicanos não concordem totalmente com nosso projeto, teremos que caminhar em paz e harmonia para continuar construindo um México justo e mais próspero", disse ela.