Notícias » México

México: Homem que vivia embaixo de ponte onde metrô desabou é achado por família após 7 anos

Apesar das 23 mortes e mais de 70 feridos, a família viu a vida do rapaz reascender após quase uma década desaparecido

Redação Publicado em 10/05/2021, às 12h00

None
Divulgação/Acervo Pessoal

Na última terça-feira, 04, o viaduto de um metrô desabou na Cidade do México, matando 23 pessoas. Agora, dias depois da fatalidade, um morador de rua que residia embaixo da ponte destruída concedeu uma entrevista a um portal local chamado Ruido de la Red.

Nas imagens, ele se expressava bem e falava com tranquilidade sobre a política nacional, chamando atenção pelo conhecimento nas redes sociais. Contudo, o entrevistado não previa que sua imagem iria tão longe, alcançando sua família em Nacajuca, em Tabasco, como revelou o portal UOL.

Identificado como Miguel Ángel Córdova Córdova, o rapaz de 36 anos sumiu em 2015 e prosseguia sendo procurado pelos parentes em sua cidade-natal. Com o conhecimento de sua história, a equipe de reportagem retornou ao viaduto e procurou o rapaz, que explicou ter fugido de casa por não gostar de estabelecer residência fixa.

Ele justificou que, após concluir o ensino médio, passou a nutrir o hábito da leitura de grandes nomes da literatura latino-americana, fazendo questão de enfrentar a aventura: "Me sinto feliz com apenas $ 5 pesos mexicanos (R$ 1,31, na cotação atual)”, afirmou.

Agora, os familiares solicitam ajuda para alcançar o jovem e pede para que o suposto Miguel apresente documentos para confirmar a dúvida, mesmo com características físicas idênticas ao registro de desaparecido feito pela família.