Notícias » Arqueologia

Milhares de fragmentos de argila com manuscritos são encontrados no Egito

Arqueólogos estimam cerca de 13 mil pedaços com escrituras comerciais em diversas línguas

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 23/12/2021, às 11h50

Fragmento de vaso com manuscrito
Fragmento de vaso com manuscrito - Divulgação / Ministério das Antiguidades e Turismo do Egito

Equipes de pesquisadores alemães e egípcios uniram forças para uma escavação no sítio arqueológico de Al-Sheikh Hamad, em Tel Atribis, no Egito; onde encontram diversas evidências históricas de atividades humanas, com aproximadamente 13 mil fragmentos de vasos de argila contendo escritos em diversas línguas.

A descoberta, divulgada pelo Ministério das Antiguidades e Turismo do Egito, chama atenção pelos manuscritos em egípcio demótico, hierático, copta, grego e árabe, podendo revelar ainda mais sobre a civilização local na época em que foram confeccionados — assim que traduzidos.

Alguns dos fragmentos com manuscritos encontrados / Crédito: Divulgação / Ministério das Antiguidades e Turismo do Egito

 

Apesar de ainda não ter sido datado através de exames laboratoriais, os pesquisadores já encontraram evidências nos fragmentos associados às Eras Romana e Bizantina, além de compreender que tamanha presença de vasos pode estar relacionada a comercialização deles na comunidade antiga.

No comunicado que anuncia a descoberta, Mostafa Waziri Mostafa, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, enalteceu o achado: "Esta é uma descoberta muito importante porque lança luz sobre a economia e o comércio em Atribis ao longo da história. O texto revela transações financeiras dos habitantes da área, que compravam e vendiam suprimentos tais como trigo e pão".