Notícias » Tanzânia

Minerador fica milionário após encontrar enormes fragmentos de pedra preciosa

Descobertas em uma montanha na Tanzânia, as peças de tanzanita são as maiores já registradas pelo Ministério da Mineração do país

Pamela Malva Publicado em 25/06/2020, às 15h30

Imagem meramente ilustrativa de dois fragmentos de tanzanita
Imagem meramente ilustrativa de dois fragmentos de tanzanita - Wikimedia Commons

Aos 52 anos, o minerador Saniniu Kuryan Laizer tornou-se um milionário após vender dois dos maiores fragmentos de tanzanita ao governo da Tanzânia. No total, as pedras preciosas foram compradas por 7,7 bilhões de xelins — cerca de 17,6 milhões de reais.

Segundo Doto Biteko, o Ministro da Mineração da Tanzânia, a descoberta de Saniniu é impressionante por ter revelado as maiores peças de tanzanita já encontradas no país. De acordo com a AFP, os fragmentos em um tom azul pesam 9,27 e 5,1 quilos.

O achado foi feito nas montanhas de Mererani, em uma área cercada por um muro desde 2018. O local rico em minérios foi protegido porque, na época, estimava-se que 40% da produção nacional de tanzanita era perdida em atividades de contrabando.

Agora, com a quantia milionária em mãos, Saniniu afirmou que deseja ajudar sua comunidade: “Planejo construir um centro comercial em Arusha e uma escola perto da minha casa”. O governo da Tanzânia, por sua vez, declarou, pelo Twitter, que os fragmentos de tanzanita serão guardados em segurança pelo museu nacional.